Dr. Marcelo Wulkan - cirurgia plástica

CIRURGIA PLÁSTICA DOS SEIOS - PLÁSTICA DAS MAMAS

plástica dos seios, plástica das mamas

IMPORTANTE: Segundo a Nômina Anatômica (nomenclatura da anatomia humana), o termo "seio" não faz referência exata a "mama". Optamos por utilizar a palavra "seio" neste site pois é consagrado pela população em geral, embora não seja cientificamente correto.

O objetivo deste site é auxiliar nas dúvidas de quem deseja ser submetido à cirurgia plástica dos seios (mamas) numa linguagem fácil e acessível.

OS SEIOS

Símbolo máximo de feminilidade, fertilidade e sexualidade, os seios variam muito de forma e tamanho conforme a idade, raça, genética, peso, amamentação, gestações, entre outros fatores.

Os seios têm a forma de cone/gota e são aderidos ao tórax por diversos ligamentos. A plástica dos seios deve se atentar com todas as estruturas da mama: papila ("bico"), aréola (área circular ao redor da papila), gordura, tecido mamário (lóbulos e ductos), assim como para com o músculo peitoral maior (músculo localizado atrás do seio) e costelas.

Conforme o anseio do paciente, a plástica dos seios deve ser cuidadosamente planejada pelo cirurgião pois não existe uma “mama ideal” para todos os pacientes. Atualmente, a moderna cirurgia plástica dos seios visa trazer naturalidade e equilíbrio estético à paciente, evitando exageros na proporção corporal.

DÚVICAS COMUNS PARA QUEM DESEJA OPERAR OS SEIOS (MAMAS)

I - PLÁSTICA DOS SEIOS COM IMPLANTE – MAMOPLASTIA DE AUMENTO

1-Quais as principais indicações para a plástica dos seios com uso de implante ("prótese") de silicone?
As principais indicações são:
-Pacientes com seios pequenas em relação ao resto do corpo.
-Pacientes com seios de tamanhos/posições diferentes e que não desejam reduzir a mama de volume maior.
-Pacientes com mamas de volume médio e que desejam a plástica dos seios para adquirir um novo padrão de beleza corporal.
-Pacientes com seios com pouco “caídos”, geralmente observados após amamentação ou perda moderada de peso.
-Pacientes que desejam reconstruir os seios após o tratamento do câncer de mama.
-Pacientes que desejam ter mamas mais “firmes”.

2-Qual a principal contra-indicação para a plástica dos seios com uso de implante apenas?
Quando a paciente deseja aumentar o volume mamário mas existe queda excessiva da mama na presença de pele flácida, a plástica dos seios deve ser abordada associando o implante à técnicas de remodelamento mamário (mastopexia com implante/prótese).

3- Como são os tipos de implantes?
Em termos gerais, podemos dividir os implantes quanto ao perfil (baixo, moderado, alto ou anatômico) e ao seu tipo de superfície (lisa, texturizada ou coberta com poliuretano).
O implante de silicone tem sido utilizado por décadas na cirurgia plástica de seios e sua qualidade evoluiu muito nos últimos anos, melhorando os resultados e minimizando complicações.
A tendência atual é que o conteúdo dos implantes seja também de silicone, embora existam cirurgiões que ainda utilizam implantes com solução salina. O Dr. Wulkan tem preferência, na maioria dos casos, por optar por implantes com conteúdo de silicone pela maior similaridade com o seio natural.
Nada substitui a consulta médica para avaliação precisa de qual tipo de implante deverá ser usada.

4-Quais são as vias de acesso para se colocar o implante durante a plástica dos seios?
O implante de silicone pode ser colocado pelas seguintes locais:
axila: a cicatriz fica situada num sulco natural de pele da axila.
sulco mamário: a cicatriz resultante fica escondida na parte de baixo da mama (sulco mamário).
peri-areolar: a cicatriz fica na transição parte externa da aréola com a pele.
cicatrizes prévias: excepcionalmente, pode-se optar por local no seio (ou próximo dele) que tenha cicatriz antiga.

5- Qual o tamanho ideal do implante de silicone?
Cada paciente deve ser examinada em consulta médica para que todos os parâmetros de proporção corporal sejam avaliados em detalhes. Somando-se à essa análise, o paciente também deve expressar o seu desejo de como vai ficar sua futura silhueta, atentando-se para evitar exageros e artificialidade.
A plástica dos seios é uma das cirurgias cujos resultados maximizam bastante a auto-estima e feminilidade; mas é preciso ter senso estético e harmônico para que o aspecto final não ultrapasse a linha tênue do “normal” para o “artificial”.

6- Onde o implante fica? Quem escolhe o local?
O implante de silicone pode ficar na frente ou atrás do músculo grande peitoral. Existem pontos positivos e negativos de ambos os locais.
Durante a consulta médica, o Dr. Wulkan vai examinar o tipo de pele e característica dos seios como um todo. Só após a avaliação será possível dizer qual a melhor opção do local do implante para a plástica dos seios.

7- O implante interfere na lactação (amamentação)?
Não. O implante nos seios fica abaixo do tecido mamário onde é produzido o leite e, portanto, é seguro para a paciente ter implante de silicone e amamentar.
Importante lembrar que após a lactação, a mama pode “diminuir” de tamanho de maneira que ocorra também sobra de pele. Este fato pode trazer a necessidade de uma nova plástica dos seios utilizando um tamanho maior de implante e/ou com novas cicatrizes na mama.

8- Quanto tempo posso ficar com o mesmo implante?
É usual dizer que, em média, a cada 10 anos pode-se trocar a prótese. Atualmente, prefere-se dizer que a troca deve ser realizada apenas quando ocorrer a necessidade da mesma. Isto pode ocorre antes ou depois de 10 anos e não é possível prever quando será necessária uma outra plástica dos seios.

9- O que é o encapsulamento do implante? É possível prevenir?
Sempre que se utiliza qualquer material não biológico no corpo humano, o organismo responde a este “corpo estranho” formando uma cápsula ao redor dele. Trata-se de um mecanismo de defesa pois o corpo não reconhece o implante como parte dele.
O encapsulamento após a plástica dos seios pode ocorrer a qualquer momento e sua intensidade varia para cada pessoa. O importante é saber que, embora o encapsulamento irá ocorrer, apenas algumas vezes resultará em sintomas e/ou queixas estéticas. Portanto, apenas nestes casos a reintervenção cirúrgica poderá ser necessária.
Embora ainda não existam mecanismos totalmente eficazes para se evitar o encapsulamento, alguns cuidados podem ser feitos para minimizar a sua ocorrência. O Dr. Wulkan (assim como outros cirurgiões plásticos capacitados) sempre se atenta para este fato de maneira que realiza manobras/cuidados específicos durante e após a cirurgia para diminuir a chance de ocorrer o encapsulamento com repercussão clínico-estética do implante.

10- A recuperação é dolorosa?
Geralmente, a recuperação da plástica dos seios com implante não é muito dolorosa. No entanto, a dor é um sintoma muito subjetivo; algumas pacientes não referem necessidade de analgésicos enquanto outras precisam de medicamentos mais forte para dor. De qualquer forma, o incômodo inicial costuma ceder com os medicamentos receitados e cuidados pós operatórios.

plástica dos seios, plástica das mamas

11- Vale a pena fazer a plástica dos seios?
A maioria das pacientes que usam implante refere estar muito felizes com sua nova feminilidade. É comum escutar de nossos pacientes comentários como “deveria ter feito antes” e que “a cirurgia trouxe mais alegria na vida”.
Apenas a paciente pode afirmar se os benefícios da cirurgia são maiores do que possíveis intercorrências/complicações. A prática médica nos permite opinar que a plástica dos seios é um procedimento relativamente seguro e que traz benefícios psicológicos (auto-estima) e sociais para a mulher moderna.

II - PLÁSTICA DOS SEIOS-REDUÇÃO E/OU SUSPENSÃO DAS MAMAS

1- A plástica dos seios é definitiva?
Não. No decorrer dos anos, as mudanças naturais do corpo em decorrência da idade, hormônios, flutuação de peso, gestação, amamentação, força da gravidade e outros fatores alteram o resultado da cirurgia. Por isso, hábitos saudáveis de vida e acompanhamento médico são fundamentais para aumentar a durabilidade dos resultados.

2- É possível associar o implante na plástica dos seios para a redução e/ou suspensão?
Sim. Em algumas situações pode-se optar para utilizar um pequeno implante de silicone, mesmo quando o objetivo é reduzir o tamanho das mamas. Geralmente, tratam-se de casos que o seio praticamente não tem mais tecido mamário, apenas tecido gorduroso. Portanto, para que a mama readquire a sua textura normal, pode-se optar por utilizar um pequeno implante de silicone.

3- Como são as cicatrizes da redução e/ou supensão dos seios?
As cicatrizes variam em tamanho, coloração e qualidade. O tamanho vai depender da quantidade de tecido mamário/gorduroso a ser remodelado na plástica dos seios. A coloração e qualidade do aspecto final da cicatriz varia conforme a raça, hereditariedade genética, estado nutricional, cuidados pós cirúrgicos, entre outros fatores.
Nada substitui a consulta médica para prever o tamanho e formato da cicatriz ; ela pode ser apenas ao redor da aréola e vertical até o sulco mamário ou em forma de “T invertido”.
Geralmente, o tamanho e tipo de cicatriz são proporcionais ao grau de flacidez e queda da mama. Quanto maior a flacidez e queda dos seios, mais pele terá de ser retirada e maiores serão as cicatrizes. Sempre que possível, o Dr. Wulkan realiza a plástica dos seios com cicatrizes reduzidas para maior aceitação da paciente.

4- A cirurgia dos seios pode causar câncer de mama?
Não. É importante notar que a paciente só será submetida à plástica dos seios se todos os exames clínicos e de exclusão de câncer de mama forem adequados. Mesmo assim, existe a possibilidade de que os exames pré-operatórios não identifiquem uma lesão suspeita na mama. É por este motivo que o Dr. Wulkan sempre conta com uma equipe de especialistas em mama para auxiliar no procedimento, tornando a plástica dos seios mais segura para seus pacientes.
A eventual ocorrência de câncer de mama após a cirurgia pode acontecer e não tem relação direta com o procedimento prévio.

5- Qual a idade mínima para se fazer a cirurgia de seios?
É preciso que a paciente tenha pleno desenvolvimento das mamas para ser candidata à plástica dos seios. A idade varia para cada paciente mas geralmente isso ocorre a partir dos 15 anos. Assim como é preciso ter liberação do médico ginecologista/mastologista, também deve-se ter maturidade psicológica para responder adequadamente à cirurgia.

6- Existem riscos e complicações?
A plástica dos seios é procedimento bastante seguro. No entanto, qualquer procedimento cirúrgico envolve riscos e complicações.
Tratando-se de um processo biológico individual, a cicatrização pode tornar-se espessa, alargada e/ou escura. As mamas podem apresentar assimetria; é natural que as mamas mudem de forma no decorrer do tempo, principalmente se houver mudança de peso. Embora raro, também é possível ocorrer sangramento, infecção, perda de sensibilidade na pele e/ou aréola, reações anestésicas, entre outras.
Os esclarecimentos de todas as dúvidas devem ser feitos em consulta particular com o Dr. Wulkan. Dessa maneira, a paciente adquire mais confiança para realizar a plástica dos seios, mesmo sabendo de eventuais riscos que todo procedimento operatório traz.

7- Vale a pena fazer a cirurgia de redução/suspensão dos seios?
Acreditamos que esta cirurgia traz muito benefício na qualidade de vida. Pessoas que tem seios muito volumosos e com dor nas costas geralmente relatam melhora do desconforto. Se não ocorrer alívio, a paciente deve procurar auxílio ortopédico para avaliar outras causas da dor. Notamos grande melhora na auto-estima de nossas pacientes e isso nos permite opinar em favor da plástica dos seios.

plástica dos seios, plástica das mamas

8- Como escolher um médico para realizar a cirurgia?
Sugerimos que a candidata a qualquer procedimento operatório deva procurar especialistas em cirurgia plástica reconhecidos pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica. Isto denota que o profissional está apto para realizar a plástica dos seios pois fez 2 anos de residência em cirurgia geral seguidos de pelo menos 3 anos de especialização em plástica. O Dr. Wulkan é membro especialista da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica e conta com equipe experiente na área da mama para tornar o procedimento ainda mais seguro e confortável para a paciente. O Dr. Wulkan aprendeu diretamente com mestres de Harvard e University of Pittsburgh que são os principais centros de referência mundial em contorno corporal.

Com o conhecimento adquirido nos EUA, o Dr. Wulkan se tornou o único representante no Brasil e América do Sul de um dos mais experientes centros de contorno corporal do mundo: o Hurwitz-Center for Plastic Surgery. O Dr. Hurwitz é um renomado cirurgião plástico com mais de 25 anos de experiência e criou muitas técnicas para contorno corporal pós grande perda de peso, incluindo o Total Body Lift. Esta parceria é única e levou à criação do Wulkan-Hurwitz Center for Plastic Surgery visando ajudar pacientes dos EUA, Brasil e outros países a realizar tratamentos completos seguindo rigorosas condições de qualidade e segurança.


 


Logos das associações que o Dr. Wulkan faz parte

Mapa Al.: Joaquim Eugênio de Lima, N°: 1674, casa 2
CEP: 01403-002 - Jardim Paulista - São Paulo - SP - Brasil
FONE/FAX: 55 11 3885-451 1

Site: www.drwulkan.com.br
E-mail: drwulkan@drwulkan.com.br

 

Dr. Marcelo Wulkan

Copyright © 2009 Dr. Marcelo Wulkan. Todos os direitos Reservados

Otimização: TABAN studio design